Você está preparado para gerenciar pessoas?

Você está preparado para gerenciar pessoas?

Você está preparado para gerenciar pessoas? Gerenciar pessoas de maneira profissional e seguindo as tendências de mercado é um grande desafio para os profissionais que estão à frente de equipes de trabalho. Gerir pessoas não é uma tarefa fácil para quem está preparado, imagina para que não está preparado! Leia agora esse post você está preparado para gerenciar pessoas? e conheça alguns tipos de liderança e suas características. Vamos lá!

Você está preparado para gerenciar pessoas?

Durante esse tempo de mercado, mais de 20 anos de carreira, vi muitos excelentes gestores de equipe, mas também presenciei a inexistência de habilidades gerenciais de muitos profissionais que estão à frente de equipes de trabalho. Esses supostos líderes tratam as pessoas como “recursos” e não como “talentos”. Será que podem ser chamados de Líderes? Bom, nem tanto…

Nesses anos de trabalho no mercado de empresas públicas e privadas, observei coisas do tipo: desde a falta de conhecimento no campo psicológico, tais como lidar com traços comportamentais, até mesmo a pura e simples “falta de educação”, onde os tais chefões literalmente gritavam com as pessoas, chegando a dar murros em cima de suas mesas de trabalho na frente de seus colaboradores. Uma cena lamentável! Representa toda a falta de preparo e perfil gerencial e uma carência na formação profissional no campo de gestão de pessoas.

Você está preparado para gerenciar pessoas?

Vários são os profissionais que estão na área técnica e vislumbram chegar ao cargo de gestão, seja por questões de objetivos profissionais, evolução da carreira ou mesmo por busca de novos desafios. No entanto, antes de assumir um cargo de liderança, cabe refletir sobre a seguinte pergunta: Você está preparado para gerenciar pessoas?

Você está preparado para gerenciar pessoas?

Por mais que o tempo mude algumas teorias gerenciais, novos conceitos se apresentem ao mercado, frameworks de Governança apareçam para apoiar a camada de gestão e visões administrativas sejam reconstruídas ou aperfeiçoadas, no mercado corporativo é possível identificar três tipos básicos de liderança, sendo:

1 – Líder autocrático – Fixa as diretrizes sem qualquer participação do grupo. É o chamado ditador, conhecido também por “dono da verdade”. Geralmente esse tipo de profissional, tende a trabalhar sozinho (pessoas não gostam de trabalhar com esse tipo de perfil). Gerenciam pelo “medo” das pessoas.

2 – Líder democrático – Identificável a partir da incidência de características como: as diretrizes são debatidas e decididas pelo grupo e o líder procura igualar-se ao grupo de trabalho. O time de profissionais busca trabalhar pelo líder no sentido de alcançar os resultados desejados pela organização.

3 – Líder liberal – Este tipo de líder não regula o curso dos acontecimentos da equipe de trabalho, sendo apenas uma referência para a equipe.

Você está preparado para gerenciar pessoas?

Gestão-de-Pessoas

Gestão-de-Pessoas

O profissional que busca se qualificar para um cargo de presidente, diretor, gerente, coordenador, supervisor ou líder de equipe, precisa observar os tipos básicos de liderança existentes e fazer uma auto análise para identificar qual perfil se encaixa.

É preciso reduzir esse movimento de “gerir pessoas de qualquer jeito”, de gerenciar na base “do medo e do chicote”. As organizações que realmente se destacam no mercado corporativo, são aquelas que tratam seus profissionais como verdadeiros diamantes. Buscam potencializar o lado positivo de seus colaboradores e ajudam os mesmos a aperfeiçoar seus pontos de melhoria.

Para liderar pessoas é preciso se aperfeiçoar de forma constante seja com um curso de graduação na área das ciências humanas: Administração de Empresas, RH, Psicologia, etc. Se você já é graduado em outra área de conhecimento, é interessante fazer um MBA na área de gestão de pessoas.

Mesmo estudando e se especializando, somente a teoria não garantirá o sucesso na área de gestão de pessoas, existem outras variáveis que precisam ser trabalhadas. O estudo acadêmico dará uma base teórica gerencial e uma margem de segurança para gerir pessoas seguindo preceitos técnicos e não preceitos da “gestão do achismo”.

O mais importante: É preciso ter paixão por pessoas, e acima de tudo, gostar de gente.

Por uma gestão “humanizada” de pessoas!

Cursos Grátis de Informática, veja aqui

  • Revenda
Compartilhe esse artigo com seus amigos...Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin
Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email