O que é gerenciamento de configuração

O que é gerenciamento de configuração

O que é configuração de configuração
Nesse post abordaremos um processo do framework ITIL que é muito importante para o ciclo de vida de serviço de um ativo de serviço de TI, para as organizações que buscam entregar serviços de TI de forma controlada e seguindo padrões do gerenciamento de serviços de TI (GSTI). O gerenciamento de configuração e ativos de serviços (GCAS) é considerado um processo que exige um maior envolvimento em termos de “tecnologia” dentro do framework da ITIL, pois, para ele atingir seus objetivos de forma satisfatória depende de um sistema de gestão automatizado. Leia esse post o que é gerenciamento de configuração e conheça detalhes sobre esse processo da ITIL.

O que é gerenciamento de configuração

Gerenciamento de Configuração

Gerenciamento de Configuração

O objetivo principal do processo de gerenciamento de configuração é identificar e gerenciar todos os IC’s (Itens de Configuração) necessários para entregar um serviço de TI. É bom deixar claro que o nome completo desse processo é gerenciamento de configuração e ativos de serviços (GCAS), o qual na verdade são dois processos em apenas um. O grande desafio desse processo da ITIL é manter as informações centralizadas e atualizadas sobre os itens de configuração envolvidos em um serviço de TI, usado no ambiente da empresa.

O que é gerenciamento de configuração

Mas o que um IC – Item de Configuração (IC)? Trata-se de um ativo, componente de serviço ou qualquer outro item que está ou estará fazendo parte do gerenciamento da configuração e ativo de serviço de TI. Exemplo: hardware/software utilizado, pessoal de apoio, documentação, instalações (salas e prédios), serviço ou sistema.IC’s>> servidor web, banco de dados, plano de negócio, etc.

O que é gerenciamento de configuração e seus objetivos

Alguns dos objetivos do processo de gerenciamento de configuração são: Controla e define os componentes de serviços de TI; Mantém informações precisas no histórico sobre configurações; Administra as informações do CMDB – Configuration Management Data Base ou BDGC – Banco de Dados de Gerenciamento da Configuração;Garante que as informações armazenadas no BDGC estejam atualizadas.

Gerenciamento de Configuração

Gerenciamento de Configuração

Dentro do processo de gerenciamento de configuração e ativos de serviços (GCAS) há uma definição importante que é “Modelo de Configuração”. Trata-se de um modelo de serviço, ativos e infraestrutura por meio de relacionamentos entre IC’s. O modelo serve para: otimizar uso de recursos de TI, planejar pacotes de liberação e migração, realizar alterações na TI, desenhar serviços, avaliar impacto das mudanças, avaliar causa de incidentes e problemas.

Um outro assunto relevante dentro do processo de gerenciamento de configuração e ativos de serviços são os “Atributos de IC”. Cada IC pode conter os seguintes atributos >> ID, Nome, Versão, Tipo, Modelo, Fabricante, etc. Cada IC pode se relacionar com um ou mais IC’s. A maioria das empresas usam softwares de coleta de inventário. São os chamados softwares de Discovery. Após realizarem a descoberta de ativos, as equipes de TI fazem o relacionamento entre os IC’s (Itens de Configuração).

Conheça nossa loja virtual: Cursos em TI, Cursos Online de Informática, Cursos de TI em PDF.

  • Revenda
Compartilhe esse artigo com seus amigos...Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin
Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email